Passeando por Quebec – 2014



O que falar de Quebec? Quando falo Quebec aqui, estou me referindo à Província de Quebec. 


Primeiro falarei de Montreal, a cidade que me conquistou há 7 anos atrás. 

A cidade é multicultural (em cada esquina você se depara com 7 diferentes nacionalidades).
Tem as 4 estações do ano bem demarcadas. No verão a temperatura bate na casa dos 33ºC e é uma delícia com seus festivais mundialmente conhecidos como o Festival de Jazz, Just pour rire, entre outros. primavera florisíssima, outono coloridíssimo com aquelas árvores com folhas amarelas, laranjas, vermelhas, marrons, e inverno branco (e dá-lhe branco nisso, é neve que não acaba mais e a temperatura pode chegar aos chocantes -30ºC). Sim, então essa cidade é acolhedora, bem estruturada, com pessoas amigáveis, arquitetura maravilhosa, eventos culturais a qualquer época do ano, segura (na maioria das vezes, pois não se iluda, malandro tem em todo lugar. Quer dizer, menos na Coreia do Sul hehehe). Sim, esses foram os motivos pelo qual fui me apaixonando desde a primeira vez que visitei em 2007. A vida é engraçada, e as coisas foram acontecendo de uma maneira que não sei explicar, mas conheci meu marido, que coincidentemente é de Quebec, mais precisamente Rimouski (onde contarei em outro post). Gente, é ou não é o destino? Não tem como lutar contra ele, então em algum momento eu vou me arriscar a outro inverno rigoroso e ver se lá é ou não é meu lugar. 
Enquanto isso, ficamos em turnê. 
A cidade também tem algumas das melhores universidades do mundo, o que me dá uma coceirinha e uma vontade quase que incontrolável de voltar a estudar. Quem sabe em breve… 

No vídeo que vou colocar abaixo, mostro alguns pontos turísticos que visitamos enquanto minha mãe, padrasto, vó e tia avó foram nos visitar em Montreal, depois fomos pra Rimouski e depois pra cidade de Quebec. São eles: Oratoire Saint-Joseph, que fica no coração de Montreal, em cima da montanha que deu nome à cidade, a Mont-Royal. Lá é onde acontecem os picnics de domingo com música (pessoas de toda a cidade se encontram pra trocar e idéias e se conhecerem), o Parlamento de Quebec, A Igreja de Sainte-Anne-de-Beaupré, que fica próxima à Quebec City, As cataratas de Montmorrency, a cidade de Quebec Antiga, depois mostro as meninas com um resto de neve caindo (estávamos no mês de março) e fecho o vídeo com nosso jantar na Cabane au Sucre, que pra quem está indo pra Quebec (talvez as outras partes do Canada também tenham, mas não posso afirmar com certeza) na época da primavera tem que experimentar em alguma Cabane au Sucre, a que sempre vamos chama L´Érablière Charbonneau e é maravilhosa! Posso entrar em mais detalhes sobre o que é uma Cabane au Sucre em outro post, mas basicamente são comidas de inverno com muito Maple Syrup, desce carne de porco, torta de carne, feijão até as sobremesas como torta de maple e por aí vai. Esse dia não existe dieta ok? Vá lá e seja feliz sabendo que vai engordar um kilinho hehehe. Outro detalhe importante é que o açúcar do maple e seus derivados podem ser consumidos por diabéticos, pois possui baixo índice glicêmico, então aproveitem!

Bom, por hoje é só! 
Amanhã postarei o vídeo da viagem de Atlanta a Miami. 
Espero que gostem e deixem comentários sobre dúvidas ou sugestões do que querem ver por aqui. Sei que muitas pessoas tem dúvidas de como é a vida em turnê então estou preparando uma série de vídeos para entenderem um pouco mais como é viver a vida cigana do circo. 

Fiquem com o vídeo:

Beijos e até amanhã! (ou hoje, já que passamos da meia-noite)

Gostou? Então deixe sua impressão aqui.